Adeus ano velho…

Esse post foi lido 3327 vezes.

Se tem uma coisa que eu sinto falta aqui no Reino Unido, é de restrospectivas do ano na TV. No máximo tem um gameshow aqui que dá pro gasto pra revisar o que se passou. Mas ainda posso escrever minha própria retrô, e me incluir no prache e clichês de blogs :)

Dois mil e dez foi um ano, principalmente, de fechamentos. Depois de quase 3 anos de um período meio montanha-russa, pendências da vida pessoal, incluindo cidadania e passaporte foram resolvidas esse ano. Fecha a conta e passa a régua. Pendências de cartório terminam hoje (GRANDE OBRIGADO vai para minha mãe e meu pai :x ). A venda do apartamento sendo fechada na próxima terça-feira, colocará o ponto final naquele capítulo da minha vida. Momentos muitos felizes ficaram marcados e guardados, agradecendo pela oportunidade de tê-los vivido e com certeza não estaria onde estou hoje se não fôsse por eles. Momentos amargos guardados no mesmo local onde aprendizados da escola são guardados. Nunca esquecidos, pois sem eles, o crescimento e amadurecimento, nunca seriam possíveis. Dar murro em ponta de faca nunca mais. Já dizia Einsten que ser louco é insistir no mesmo comportamento esperando um resultado diferente. Aprendi, guradei, e bola pra frente.

O capítulo que comecei em paralelo ficou mais forte e definido. Mudança oficial pro mesmo teto que Mr.W , só se provou a coisa certa a fazer. Vida ficou mais confiante, tranqüila e feliz. Chegaram quatro novas vidas no planeta. Baby M tá pra chegar a qualquer momento. Laurinha, Vicky, André e Gabriel. Ben,Isabela, Nicolas, Levi e Gigi continuam crescendo fofos e fortes. Mas continuo feliz sendo a tia babona por enquanto :D

Viagens foram poucas, mas excelentes. Finalmente teve Brasil, depois que o aperto no coração não agüentava mais. Teve Veneza, sonho realizado, melhor do que sonhado. Teve Gales, comemoração de 2 anos que cruzamos olhares pela primeira vez. Teve Cardiff, em noite de eleição, com emoção.

Conheci mais pessoas, sempre gostoso, contatos com outras esfriaram, sempre um pouco triste.

Mas estou pronta novamente, dois pés no chão novamente e cabeça nas nuvens novamente.

Que venha 2011, para o qual tenho planos, claro. Mas a pressão com planos ficou no aprendizado de tudo que passei. A vida é para ser vivida e não planejada. Assim que os planos forem se concretizando, vocês vão ficar sabendo.

Mas fica uma idéia, um post-it para 2011. Para tentar sofrer menos, me machucar menos, e assim enfrentar a vida de frente. Seja lá o que fôr ela atire no meu nariz.

E que seu 2011 seja cheio de força para os momentos de amargura, e que eles sejam poucos. O que mais podemos pedir não é mesmo?

Epitáfio (2001)

Sérgio Britto

Devia ter amado mais, ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais e até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer
Queria ter aceitado as pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar
Devia ter complicado menos, trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos com problemas pequenos

Ter morrido de amor
Queria ter aceitado a vida como ela é
A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar

Não conhece a música, olha o vídeo aí embaixo

0 clique(s)

13 comments to Adeus ano velho…

Leave a Reply