Quem é vivo sempre aparece.

O clichê de que “o tempo passa, o tempo voa” continua sendo verdadeiro.

Nem percebi que se passaram três meses e tralalá sem nenhum post aqui no blog :O .

Quem vê pensa que a vida está no marasmo, mas muito pelo contrário, a vida real mais uma vez ganhou na prioridade. Teve o causador do meu sumiço da vida virtual, um dos melhores aniversários da minha vida. Tiveram visitas das mais-que-amadas mãe e afilhada-sobrinha do Brasil por duas semanas teve casamento de amigos na Alemanha, encontros com velhas e  novas amizades, e claro tiveram os jogos olimpícos e paraolímpicos.

Como eu sou do contra mesmo, vou começar pelo final. Pelas Paraolimpíadas.

Então agüentem firme, jajá tem mais blablablá e o que por aí, por aqui.

0 clique(s)