Bélgica

Relato de como foi a viagem está aqui, com fotos e tudo mais.
Fotos e mais fotos aqui.

Aqui fica o registro de onde passamos!

Referências: Para fazer a lição de casa certinho, consultei os lugares de prache!

  • Blog da Lu Misura
  • Blog da Helo
  • E usei os guias DK Eyewitness e o Rough Guide Europe on budget

    By the window
    By the window

    Sentou na janelinha e quer dar tchauzinho

    The Beast
    The Beast

    The Beast

    Modo de transporte:  De Londres até Bruxelas (Brussels) fomos de Eurostar. É o mesmo trem que vai para Paris, mas existe a linha que vai até Bruxelas. Dá mais ou menos 2 horas a partir de St. Pancras (metrô em Londres). Os preços variam com dia e hora que você escolher ir e tem época de promoção também. Mas é uma ótima opção para quem está saindo de Londres e quer ir praqueles lados do continente e vice-versa. Não tem confusão de aeroporto, é rápido e é uma delícia ir vendo a paisagem pela janela :)

    Depois de analisarmos as opções, resolvemos alugar um carro (apelidado de “The Beast”, porque era um carro enorme, ganhamos dois upgrades sem querer) para passear  pelo país. O preço do aluguel para 4 dias saiu mais barato do que pagar para pegar o trem para Ghent e Bruges e teríamos a liberdade de irmos quando e onde quiséssemos sem depender de horário do trem. Mas não é essencial, e se você curte trem, já ouvi dizerem que é um passeio bacana também.

    Em Bruxelas, andamos a pé de de metrô e tram (metrô de superfície). É só comprar o bilhete pro dia na máquina, e depois colocar na catraca-leitora. Não tinha guardinha quando fomos, mas sabe como é, quando você não faz a coisa certa, sempre vai ser pego ;)

    To buy it
    To buy it
    For the whole day
    For the whole day
    The nice one
    The nice one
    Abre-te Sésamo!
    Abre-te Sésamo!
    Where is it?
    Where is it?

    Máquina para comprar o bilhete. Bilhete diário. Dentro do metrô. Tem uns que ainda abrem manualmente! Adorei o quadro de acompanhar onde o metrô está!

    Hotel: Ficamos no Hotel Marriott Brussels.Fica no coração de Bruxelas e é excelente localização para os pontos turísticos mais importantes. Fica pertinho da Grand Place, e tem estação de metrô na porta para ir até outros locais. Temos convênio com a rede de hotel e ganhamos pontos por ficar com eles e por isso confiamos. O quarto era bom, e o serviço excelente. A única coisa que nos irritou é que normalmente café de manhã no quarto é incluído na taxa, e para nossa surpresa no fim da conta, eles cobraram não somente taxa de entrega no quarto como o café da manhã inteiro! Serviu de lição para sempre conferirmos qual é a política do hotel do que diz a esse respeito.Se você fôr ficar lá, fique atento para esse fator, e tenha o café da manhã no restaurante.

    Restaurantes: Em Bruxelas, almoçamos e jantamos no hotel todos os dias. Adoramos a comida do Marriott e é sempre um preço razoável comparado com o local. Para o meu aniversário no entando, Mr. W me levou para jantar em um restaurante 3* Michelan, o Come Chez Soi. Fo ma-ra-vi-lho-so e a melhor refeição que tive em toda a minha vida. O preço é salgado, mas se você puder exagerar um pouquinho na gastança, recomendo muito! Apesar de olhar no guia para pegar dicas de restaurantes para Bruges, acabei deixando o livro no carro e como a fome era grande, acabamos comendo em um restaurante do tipo armadilha para turista, o Tom Pouce. O preço é alto para o que você come, mas a comida foi razoável. No desespero não foi tão ruim. Achamos o restaurante que o guia recomendava (Laurent) no fim do passeio, e pegamos os waffles deles. realmente delicioso e um preço bom. Se um dia fôr de novo, vou querer comer os crepes =P~

    Frites!!!
    Frites!!!

    Prato nacional: Batatinha frita com maionese. Enchemos a pança de comer os 4 dias, depois não podíamos nem mais olhar pra elas ;))

    Dry
    Dry
    Nice sauce
    Nice sauce

    No Tom Pouce. As batatinhas eram ótimas, e Mr. W disse que o prato dele foi “normal”. O molho beige era uma delícia, mas o amarelo era terrível. Meu Escalope de Porco passou do ponto e estava seco, mas deu pra comer e matar a fome.

    Greasy, but delicious
    Greasy, but delicious
    Typical
    Typical

    Entrada no Come Chez Soi, patê na torradinha nadando na manteiga, minha idéia de paraíso! E tem muitos restaurantes lá que vendem o prato típico, ostras! Mas não deu vontade, então passamos a vez.

    Lugares Turísticos: Em Bruxelas, passeamos pelos lugares que estavam nos nossos guias. Também usamos o mapa que o Hotel deu pra gente.

    Pontos turísticos que fomos em Bruxelas:

  • Grand Place : Vale a pena ir só pela praça, mas programe-se para entrar no Hotel De Ville. Somente é possível com visita guiada, Terça, Quarta (às 15:15) e Domingo (às 12:15). Nós não vimos o horário antes e perdemos a chance, mas parece incrível por dentro.
  • Ópera House
  • Manneken Pis, se fôr pra Bruxelas e não ver o Manneken, pra mim não valeu! e tem a Jeanneke Pis também, a menina que faz xixi, mas ela é escondida, tem que procurar! :)
  • Catedral St Michael et St Gudule, Achamos sem querer usando o mapa do Hotel, uma daquelas que a gente vê a ponta da igreja da rua e fala “vamos lá ver o que que há” e é linda!
  • Palais Royal, demos sorte de estarem trocando a guarda às 6 da tarde, mas já estava fechando e não deu pra visitar também :(
  • Place Du Petit Sablon, Place du Grand Sablon e Igreja Notre Dame du Sablon
  • Parliament Quarter, é onde ficam os prédios da União Européia
  • Parc Du Cinquaintenaire, lindo parque com arcos que foram inspirados nos arscos do Triunfo, e três museus
  • As ruínas Tour D’Angle e Villers Tower
  • The Galeries Royales Saint-Hubert, shopping center, mas diferente, lindo teto de vidro e lojinhas com aquele toque único e especial
  • Não fomos dessa vez, mas tem o Atomium também, que é outro ponto turístico famoso de Bruxelas
  • Também recomendo dois lugares não tão óbvios:

  • Livraria Little Nemo, uma livraria fofa somente de gibis, mas a maioria em Francês. Compramos uma edição antiga de Tintin e um gibi dos Cavaleiros do Zodíaco!
  • Bargains
    Bargains

    Litte Nemo

  • Galeria Lorelei, Bruxelas é inundado de galerias de arte, mas essa foi a nossa favorita e quase compramos uma peça pra gente lá.

    Pontos turísticos em Gent foram meio aleatórios, os guias não falam muito, então usamos o mapa que pegamos no ponto de informação turística:

  • Sint-Baafsplein, tem igreja, o teatro nacional e o prédio da prefeitura
  • Post Plaza, vista legal da ponte e do canal
  • Stadhuis
  • Vrijdagmarkt
  • Sint-Jacobskerk
  • Pontos turísticos em Bruges seguiram o mapinha do guia:

    Clique para ver os detalhes

    Guloseimas: Gastamos um pouco mais e compramos Godiva, considerado o melhor chocolate do mundo. Tem umas caixinhas com preço razoável, e umas trufas de matar qualquer dieta. Também peguei três garrafas de cerveja no supermercado mesmo e trouxe pra casa. Bebi em 3 dias diferentes, saboreando essa delícia que só se acha facinho lá na Bélgica mesmo.

    B&C
    B&C

    Caixa da Godiva, Cervejas de Pêssego, Framboesa e Morango

    0 clique(s)

    1 comment to Bélgica

    Leave a Reply